As Classes de Dungeon Crawl Classics: O Ladrão

dcc-ladrao8

Olá, leitores! Aproveitando que Goodman Games está fazendo o financiamento coletivo da quarta tiragem de Dungeon Crawl Classics e que a Editora New Order está se preparando para trazer essa belezinha para terras brazucas, vamos fazer uma resenha de cada uma das classes desse rpg. Hoje vamos tratar do Ladrão!

 “Você um brutamonte de tocaia esperado por sua próxima vítima, um escalador de paredes ágil cobiçando tesouros de cofres supostamente impenetráveis, um batedor de carteiras de pês leves deixando seus perseguidores armados para trás em um mercado abarrotado de gente ou um assassino taciturno perseguindo um alvo difícil.

Ladrões podem ser grandes ou pequenos, rápidos ou lentos, altos ou magricelas, mas todos eles têm uma coisa em comum: eles sobrevivem não por espada ou magia, mas sim por furtividade e esperteza.”

dcc-ladrao6

Como em muitas versões de D&D, o ladrão possui 1d6 pontos de vida por nível. Ou seja, você pode até dar um pulo no combate corpo-a-corpo de tempos em tempos, mas não fique muito à vontade lá. Ao contrário da norma, essa classe pode usar todo tipo de armadura, estando limitada apenas pela tolerância dos seus jogadores às penalidades que as armaduras pesadas impõem aos testes de destreza. Ou seja, usar uma armadura pesada durante uma invasão secreta a uma guilda rival não é lá uma boa ideia, mas fique à vontade para tentar se passar por um nobre durante uma justa. Continuar lendo

Anúncios

Já estão à venda no exterior dois novos lançamentos de Iron Kingdoms

Neste dia 12 a Privateer Press começou as vendas das duas novidades que havia anunciado para a linha Iron Kingdoms seu universo de RPG e Wargame. Um dos títulos, Iron Kingdoms Unleashed: Skorne Empire, é um novo livro de RPG, enquanto o outro The Undercity, é o primeiro jogo de tabuleiro lançado pela empresa.

SkorneEmpire

Skorne Empire, que pode ser comprado por 29,99 dólares na loja da Privateer Press, é um suplemento que trata do povo Skorne, famoso no cenário por ter se aliado ao tirano Vinter Realthorne e atacado a cidade de Corvis quando ainda eram desconhecidos nos Reinos de Ferro. O livro promete mostrar os Skorne enquanto uma sociedade, não como meros monstros e adversários, assim como explorar um pouco da Immoren Oriental e os desertos escaldantes do leste. A história milenar da civilização Skorne pode ser encontrada no livro, bem como seu sistema de castas, governo e cultura.

The-Undercity-Contents

Já em The Undercity, que aceita de 2 a 4 jogadores e pode durar até duas horas, os participantes entram na pele dos Irregulares do Rio Negro, personagens que já apareceram em romances e aventuras de Iron Kingdoms. No jogo, os Irregulares precisam explorar as catacumbas da cidade de Corvis e impedir uma trama sinistra que ameaça tomar a fragilizada cidade. The Undercity segue o estilo “dungeon crawl”, possuindo miniaturas para os heróis e para os adversários.

No momento, a editora que publica a linha Iron Kingdoms no Brasil, a Jambô, não divulgou nenhuma informação sobre a publicação desses títulos, ou de qualquer outro da Privateer Press.

Horror Adventures é anunciado para Pathfinder RPG

wpid-wp-1438454650994

A Paizo lançou no final de julho o suplemento Occult Adventures, que trouxe seis novas classes para pathfinder e toda uma coletânea de de regras e informação para lidar com ocorrências psiônicas, além de acontecimentos estranhos e inexplicáveis como possessões espirituais, artefatos de civilizações antigas e segredos desconhecidos pelo homem.

O próximo livro terá abordagem semelhante, mas o tema que tratará é o terror. Horror Adventures está sendo escrito em conjunto com o futuro adventure path “Strange Aeons”, que liderá com o combate contra criaturas lovecraftianas, e incluirá regras que apoiarão a ideia de terror alienígena, loucura e corrupção. Possivelmente outros gêneros de terror estarão cobertos no livro, mas pouco foi anunciado sobre o assunto.

O pouco que foi revelado sobre o livro deixa a entender que o sistema de corrupção será uma das partes mais trabalhadas de Occult Adventures. As regras que ele traz possibilitará que os jogadores sejam pouco a pouco corrompidos pelos horrores que combatem, ganhando habilidades novas, mas se tornando monstruosos e recebendo penalidades compatíveis com a sua corrupção.

Horror Adventures será um suplemento em capa dura e deve ser lançado em Agosto de 2016.

Numenera ganhará três novos livros

into-the-night-cover-2015-06-30-copy-765x1024

A Monte Cook Games anunciou no primeiro dia da Gen Con 2015, que começou nesta quinta-feira(30), três novos livros para o premiado cenário de Numenera. Os três livros, Into the Night, Into the Deep e Into the Outside prometem aumentar a estranheza e a exploração do RPG de fantasia científica lidando com ambientes como o espaço, as profundezas dos oceanos e os reinos interdimensionais. Os três livros fazem parte de uma linha nova de publicações que está sendo chamada de Into the Ninth World.

O primeiro dos livros, Into the Night, irá a financiamento coletivo no kickstarter no dia 5 de Agosto. No Brasil, Numenera está sendo lançado pela New Order Editora que, assim como a versão americana, utilizou-se de plataformas de financiamento coletivo.

Por Renan Barcellos

Mercado internacional de RPG tem aumento expressivo em dois anos, D&D lidera o ranking

zzhzxrdsezxj7r8wtsyl

Segundo levantamento realizado pelo site ICv2, o mercado de RPGs dos Estados Unidos e Canadá quase que dobrou em um período de dois anos. Segundo o levantamento feito durante a primavera de 2013 com varejistas destes dois países, jogos de interpretação haviam movimentado 15 milhões de dólares, no averiguação feita no mesmo período deste ano, o número subiu para 25 milhões, um aumento expressivo.

Não é apenas o mercado rpgístico que demonstra melhoras. Dentro do que chamam de hobby games (jogos de hobby), que compreende jogos colecionáveis, miniaturas, card games, board games e RPGs, o aumento no mesmo período foi de 180 milhões. Sendo 700 milhões na primavera de 2013 e 880 na de 2015. Das categorias, a que teve um aumento mais expressivo foram os jogos colecionáveis, pulando de 450 milhões para 550 milhões, enquanto o mercado de miniaturas se manteve estável. No entanto, com um aumento de aproximadamente 70%, o mercado RPGístico foi o que, proporcionalmente, mais se expandiu.

Na lista dos RPGs mais vendidos, figura em primeiro lugar o D&D, que tem atraído bastante atenção desde o lançamento da quinta edição (mostrando que as mudanças da quarta edição realmente soaram duvidosas para os amantes do hobby), seguido de Pathfinder, que por muito tempo ganhou o primeiro lugar em vendas na época do D&D 4. Em terceiro lugar está Star Wars, que está em pré-venda no Brasil pela editora Galápagos, seguido de Shadowrun e então Reinos de Ferro.

Por Renan Barcellos

O Destino dos Samurais de Rokugan na Escuridão que se Aproxima – Onyx Edition

Daigotsu_Kanpeki_4

No dia 13 de Julho o site oficial de Legend of the Five Rings foi anunciado com as novidades sobre a nova sessão de campeonatos do card game, os Kotei. Como é de praxe para o jogo, os vencedores de cada campeonato poderão tomar escolhas que afetarão a história de Rokugan para sempre.

Já imerso no pessimismo e desespero da vindoura Onyx Edition, período da história do Império onde o filho do Lorde Negro das Terras Sombrias, Daigotsu Kanpeki, irá tomar o trono de Rokugan, subjugar o Império Esmeralda e o governar junto às forças do Reino do Mal, os vencedores dos campeonatos poderão escolher personagens que viverão para ver esta nova era, ou que morrerão nos conflitos que a antecedem . Continuar lendo

New Order Editora Começa o Financiamento Coletivo de 13º Era

Capa-Quickstart-13ª-Era

Capa do quickstart de 13º Era feito pela New Order

Nesta terça-feira dia 07 de julho, a New Order Editora deu abertura ao financiamento coletivo do RPG 13º Era. O jogo é baseado no sistema D20, utilizando a Open Game License, mas além de usar as regras clássicas de Dungeons & Dragons, se vale de regras baseadas em jogos narrativistas. Além disso, diferente da maioria dos sistemas, 13º Era não traz um cenário pronto, mas sim regras para que a ambientação vá sendo construída ao decorrer de uma campanha, baseando-se na história e características de cada personagem jogador.

A plataforma utilizada para o financiamento foi o Catarse. Site já utilizado pela editora em projetos anteriores, como Numenera, Yggdrasill e o nacional Crônicas RPG, todos bem sucedidos. O início do financiamento de 13º Era havia sido prometido para começar em Maio, no entanto, a editora preferiu atrasar um pouco o início desta campanha para se concentrar na produção de produtos que já tinham sido vendidos, como o Lenda dos Cinco Anéis, que já foi enviado para as gráficas e cuja envio foi estipulado para o dia 20 deste mês. Continuar lendo