Cavaleiros do Zodíaco – Uma Especialização Old Dragon

saintseiyaclassic0000

Olá jogadores de Old Dragon! Hoje no dados malditos trazemos uma especialização única para os clérigos de sua mesa: Os Cavaleiros do Zodíaco!

Cavaleiro Do Zodíaco (Ordeiro)

A partir do nível cinco, o treinamento do clérigo começa a vingar e ele passa a manipular a energia divina — às vezes chamada de cosmo — de uma forma mais ofensiva. Como resultado, os ataques desarmados do cavaleiro passam a causar 1d6 de dano. Além disso, ele passa a poder “converter” seus feitiços em golpes especiais, que são considerados mágicos e somam +1 à B.A e +1d6 dano de ataques desarmados. Todavia, essas técnicas de luta precisam de agilidade, de modo que o Cavaleiro só pode usa-las se estiver com ambas as mãos livres e não esteja usando armaduras mais pesadas que a de couro.

No nível oito, o treinamento inicial cavaleiro se completa, e ele ganha sua armadura de Bronze. A armadura de bronze é incialmente considerada como sendo uma armadura de placas +1 que ignora a limitação normal dos cavaleiros a armaduras pesadas. Ela também confere um bônus de +1 nos ataques e danos do cavaleiro. A armadura pode ser melhorada, mas isso exige os materiais, conhecimento, ferramentas e sacríficos apropriados. Além disso, o cavaleiro passa a nunca ser pego pelo mesmo golpe. Se ele falhar em uma jogada de proteção contra um ataque especial de um inimigo (baforada, feitiço, etc.) ele automaticamente passará em todas as jogadas de proteção subsequentes contra esse golpe do mesmo inimigo.

 tumblr_nbuzosYHXO1rtvykco1_1280

No nível 16, a capacidade do cavaleiro de manipular o cosmos chega ao ápice. O seu dano desarmado e o bônus de dano dos ataques especiais sobem para 1d8. Além disso, ele perde a capacidade de afastar mortos vivos, usando esse poder divino cru para tentar atingir o sétimo sentido. Se o cavaleiro for bem sucedido em uma jogada de afastar mortos vivos contra um vampiro, ele tem sucesso. Nesse estado o cavaleiro pode somar seu bônus de carisma a seus ataques, danos, CA, jogadas de proteção e ao que mais o mestre achar apropriado. O cavaleiro também fica imune aos efeitos da perda de sentidos. Esse estado dura um número de turnos equivalente ao de mortos vivos que teriam sido afastados (Um clérigo com 14 de carisma, por exemplo, ficaria nesse estado por 1d4 turnos).

Se o Cavaleiro do Zodíaco agir de forma caótica ele perderá a capacidade de usar a armadura e os golpes especiais.

Notas:

O objetivo dessa especialização é se aproximar o máximo possível da figura dos cavaleiros do zodíaco com o mínimo possível de complicações mecânicas. O autor desse texto escolheu a classe clérigo como base porque ela é a que mais se aproxima do conceito de cavaleiro do zodíaco — ambos são representantes dos deuses no mundo material, usando armaduras e poderes mágicos para combater o caos.

Em relação a um clérigo, um cavaleiro troca a versatilidade pelo poder de fogo concentrado. Enquanto um cavaleiro de nível 16, por exemplo, pode causar — se ele não errar — 7d10 de dano com um ataque especial, um clérigo normal pode usar a magia “barreira de lâminas” para causar 8d6 de dano em vários inimigos por vários turnos. Além disso, ele terá uma CA ligeiramente inferior em relação a um clérigo normal. Quer derrubar um inimigo rápido? Chame um cavaleiro. Quer matar vários inimigos e manter os aliados vivos em uma batalha? Chame o clérigo.

Em relação ao homem-de-armas, um cavaleiro é um canhão de vidro. Seus ataques especiais podem causar quantidades avassaladoras de dano, mas ele possui uma quantidade menor de Pvs, e uma CA reduzida em relação a um guerreiro de armadura completa. Além do mais, sua BA menor implicará mais erros. Além disso, quando seus feitiços acabarem, o cavaleiro se verá em franca desvantagem.

Não ia ser cavaleiros se seu personagem não apanhasse como um cão.

Não ia ser cavaleiros se seu personagem não apanhasse como um cão.

Pois bem pessoal, por hoje é só. Gostou desse artigo? Dê uma olhadinha em nossa série sobre o folclore brasileiro em D&Dnossas interpretações sobre lovecraft, ou nossas analises do bestiário  do Old Dragon. Achou esse artigo uma m#rda? Tente os artigos de Renan BarcellosdeathaholicRebeca ou Tyghorn. E não perca nenhuma notícia seguindo nosso blog ou curtindo nossa página do face!

Victor Burgos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s