Personalidades de Rokugan – Dragões

Todo cenário de RPG tem NPCs famosos, heróis lendários e vilões detestáveis. Que tal conhecer algumas das personalidades de Rokugan?

Mirumoto Hitomi

Mirumoto Hitomi

Mirumoto Hitomi, a Campeã Negra do Clã do Dragão, representou seu Clã durante o Segundo Dia do Trovão, foi portadora da Mão Obsidiana, artefato que pouco a pouco a corrompia. Durante a Guerra Contra a Sombra, duelou e matou o Lorde Lua, lançando uma onda de escuridão no império que fortaleceu o inimigo, mas então ascendeu ao firmamento tomando o lugar do celestial. No fim, foi uma heroína controversa, que ajudou ao salvar o império mais de uma vez.

Mirumoto Hitomi nasceu em 1105 e morreu em 1132, cometendo seppuku para que pudesse ascender ao firmamento e tomar o lugar do Lorde Lua.

Togashi MItsu

Togashi MItsu

Togashi Mitsu foi um monge tatuado da ordem dos Ize Zumi. Era um simples acólito no templo de Fukurokujin Seido, orfão e de família desconhecida, foi convidado aos 14 anos pelo Campeão do Clã do Dragão, Togashi Yokuni para ingressar na ordem dos monges tatuados e se tornar um membro da família Togashi, proposta que aceitou prontamente. Apesar de não ligar muito para as tradições da ordem e ser conhecido como alguém despreocupado e animado, foi escolhido como hospedeiro para a alma do Kami Togashi, fundador do clã. Com a morte de Yokuni no Segundo Dia do Dragão pelas mãos de Mirumoto Hitomi, não pôde cumprir o seu destino e ele abandonou o clã. Mas ao longo da história de Rokugan, participou de inúmeros conflitos e acontecimentos, sempre combatendo as forças malignas que ameaçavam o império.

Togashi Mitsu nasceu em 1100, a sua última aparição foi em 1173, mas até 1200 não se têm notícia de sua morte.

Kitsuki Iweko

Kitsuki Iweko

Kitsuki Iweko foi uma investigadora e Daimyo da família Kitsuki no ano de 1167 e atuou como magistrados resolvendo crimes e investigando rebeliões nas terras do Clã do Dragão. Em 1170, participou do Torneio Celestial realizado pelo Jigoku. Venceu diversas etapas do torneio e foi considerada a samurai que melhor representava os valores do código do Bushido. Quando perguntada se era digna, disse que não. Ao receber a resposta de que ninguém era, mas que ela era a mais digna dentre todos, recebeu a sabedoria do firmamento e se tornou a nova Imperatriz de Rokugan com as bençãos dos Celestiais, estabelecendo a dinastia Iweko.

Por Renan Barcellos

(todas as imagens são do card game Legend of the Fiver rings do Alderac Entertainment Group)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s