A Ascensão de Kali-Ma, a Destruidora – Rokugan Além do Livro Básico

A História de Rokugan além do livro básico

A história do RPG a Lenda dos Cinco Anéis (L5A) está sempre em constante expansão e muito já aconteceu além do que é mostrado no livro básico. Esse post faz parte de uma série onde tenho contado os principais acontecimentos do Império Esmeralda a partir de onde o livro básico, publicado no Brasil pela editora New Order, parou. Para saber um pouco mais sobre o porque da sempre expansão da história de L5A, veja o post inicial. Caso não faça ideia do que é Lenda dos Cinco Anéis, que tal ler o post onde explicamos um pouco?

Veja também os outros posts da série!

Temple_of_Kali-Ma_2

Templo de Kali-Ma

Kali-Ma antes da Guerra dos Destruidores

Com a realização do Torneio Celestial, que culminou na coroação de Iweko I, e as tragédias da Guerra do Fogo Negro, o Império estava concentrado nesses eventos que estavam moldando a face de Rokugan. Contudo, poucos desconfiavam que não era apenas o Império Esmeralda que passava por mudanças. Convulsões aconteciam no próprio Jigoku, o Reino do Mal, uma batalha da qual ninguém em Rokugan tinha real conhecimento. Kali-Ma, o avatar de Shiva a Destruídora, deusa estrangeira dos Reinos de Marfim realizava os seus próprios planos. A traição de Chosai contra Daigotsu havia sido obra da Destruidora, bem como a Guerra do Fogo Negro, mas seus planos ainda não haviam acabado.

Era 1171, pós a derrocada do Exército do Fogo Negro e Guerra dos Destruidores logo cairia sobre Rokugan. Os eventos que culminaram no conflito, no entanto, são mais antigos. Começaram três anos antes.

A Abertura da Essência do Jigoku

Começou em 1168, num conflito de fronteira entre o Caranguejo e o Escorpião o shugenja Soshi Natsuo abriu o Pergaminho Negro que havia sido encontrado nas Terras Sombrias durante a Batalha da Tumba em 1167. O plano de Natsuo era descobrir o que era aquele novo pergaminho, já que não era um dos 12 da profecia sobre Fu Leng. A abertura do Pergaminho Negro causou uma grande devastação nas tropas do Caranguejo e a região se tornou completamente destituída de vida, mas a ideia do shugenja foi bem sucedida.

Apesar de estar enlouquecido e quase morto pela energia que libertou ao abrir a Essência do Jigoku, como o pergaminho ficou conhecido, Natsuo ainda conseguiu passar algumas informações que descobriu para o seu colega Soshi Korenaga e a daimyo Soshi Yukimi. Juntos, esses dois shugenjas souberam que a Essência do Jigoku, diferente dos outros pergaminhos negros, não usava magia do sangue ou nenhuma forma de magia conhecida. Além disso, uma parte da energia de alguma criatura maligna que estava distante de Rokugan havia sido libertada, mas, assim como os Pergaminhos Negros de Isawa haviam aprisionado Fu Leng, a Essência do Jigoku também poderia ser usada para aprisionar um deus.

A Filha de Ébano e o culto de Ruhmal

A daimyo Iuchi Yue teve uma vida recheada de dor e desgraça. Parte disso se deveu ao tempo em que foi sequestrada pela conspiração Kolat e, após alguns anos, dada como morta pelo líder do Clã do Unicórnio. No entanto, boa parte das mazelas que sofreu remetem à Kali-Ma, o Culto de Ruhmal e sua transformação na Filha de Ébano.

Depois de ficar alguns anos nas prisões do Kolat, Yue foi obrigada a viajar até as Areias Escaldantes para a distante cidade de Medinaat al-Salaam. Apesar da situação, ela gostou da experiência de conhecer tal lugar exótico, que era mencionado em lendas do Clã do Unicórnio. O ano era 1168, e ela se surpreendeu ao perceber que foi vendida como uma posse a um grupo desconhecido. A escravidão era novidade para ela em mais de um sentido.

Iuchi Yue logo descobriu que estava nas mãos de um grupo chamado os Chacais e seus membros se mostraram solícitos e a trataram com um mínimo de respeito. Aos poucos, Yue ficou sabendo que seus novos senhores faziam parte de um grupo que era perseguido pelos Templários Ébonitas, uma organização corrupta e maligna, com laços com seres semelhantes às criaturas das Terras Sombrias. Por sua própria vontade, a antiga daimyo resolveu ajudar os Chacais e foi convencida a realizar um ritual que ajudaria no combate contra esses novos inimigos.

Ebon_Daughter

A Filha de Ébano

No entanto, Yue havia sido enganada e o ritual que fora convencida a fazer pensando se tratar de algo benigno, era na verdade um pacto com a deusa da destruição. Ao sacrificar uma pessoa adoentada pela praga, Iuchi Yue se abriu aos poderes malignos de Kali-Ma e as forças deste ser se apoderaram da daimyo, distorcendo e alterando sua mente e seu corpo. Ao fim do processo, não havia mais a antiga samurai do Unicórnio, mas sim a Filha de Ébano, uma criatura de pensamento monstruoso e mente enlouquecida por desejos assassinos.

Sendo mais poderosa que os shugenjas mais fortes do Império Esmeralda, e podendo usar magia dos kami e magia gaijin, um dos primeiros atos da Filha de Ébano foi destruir os Ebonitas do Templo da Pedra Negra. Em seguida, partiu para os Reinos de Marfim, onde se encontrou com uma sub-divisão dos Chacais, o Culto de Ruhmal, também conhecido como O Culto da Destruidora, que louvava Shiva e seu avatar Kali-Ma. O objetivo do Culto era trazer a renovação do mundo, e para isso, o mundo precisaria ser destruído.

E com a ajuda da Filha de Ébano e com a essência de Kali-Ma libertada devido a abertura do Pergaminho Negro, o Culto de Ruhmal trouxe destruição. Entre 1169 e 1171 promoveram uma destruição generalizada nos Reinos de Marfim e praticamente destruiram toda a civilização que existia no lugar.

Enquanto mortal matava mortal, os deuses também guerreavam. Enquanto cidades eram destruídas e vilas exterminadas, Kali-Ma enfrentava e assassinava no Firmamento os deuses dos Reinos de Marfim.

Mas sua maior conquista ainda chegaria.

Campeã do Jigoku

Quando o Firmamento decidiu em 1170 que o mundo dos humanos, o Ninguen-do, deveria ter um novo campeão na forma de um imperador apontado pelo próprio Tengoku, o Jigoku decidiu que o mesmo deveria ser feito por ele. O Reino do Mal então foi tomado por confrontos que determinariam quem seria seu novo senhor.

Tendo conquistado muita força durante a época, a deusa estrangeira foi capaz não só de derrotar Fu Leng, o Kami caído, mas também roubar parte de suas energias, se tornando ainda mais poderosa, e expulsando-lo do Reino do Mal. Para completar a sua vitória sobre o antigo senhor do Jigoku, ela ainda selou sua essência divina no mesmo pergaminho que a dela mesma havia sido selada.

Kyoso no Oni

Kyoso no Oni

Com Fu Leng obrigado a percorrer o mundo como mero mortal, não foi nada além do esperado quando Kali-Ma se tornou a nova Campeã do Jigoku. Evento que passou completamente despercebido pelos rokuganis, salvo algumas visões e profecias pouco compreendidas.

Tendo o poder do Reino do Mal e de Fu Leng a sua disposição, não foi difícil para Kali-Ma destruir completamente os Reinos de Marfim, assassinando todos os deuses que tinham força na região. No entanto, um desses deuses permaneceu vivo, mas com a mene despedaçada e corpo fragilizado. Kali-Ma se aproveitou da situação, distorcendo a divindade e transformando-o em algo maligno e profano, trazendo à existência uma criatura gigantesca e amaldiçoada conhecida como a Besta-Divina.

Uma Pequena Vitória

Com toda essa conjuntura de infelicidades, nada poderia parar o avanço de Kali-Ma e a destruição que tanto queria o Culto de Ruhmal, no entanto, sem saber, os rokuganis conseguiram uma importante vitória que impediu por algum tempo a vitória completa da deusa estrangeira.

Por muitas décadas um lorde oni muito poderoso conhecido como Kyoso no Oni havia aterrorizado o império e até mesmo confrontado Daigotsu e outros servos de Fu Leng. Kyoso acabou por ser derrotado em 1170 por Asako Fosu e Isawa Mariko, que se sacrificaram para prender o oni em um dos pergaminhos negros. Desta forma, Kyoso teve suas energias drenadas e encarceradas no pergaminho conhecido como a Essência da Destruição.

Mas Kyoso no Oni era mais do que se havia imaginado. Não era apenas uma criatura ligada às Terras Sombrias, mas uma parte da própria Kali-Ma . O sacrifício dos bravos shugenjas que o aprisionaram foi ainda maior do que qualquer pessoa sabia na época, pois acabaram negando a Kali-Ma uma parte de si própria e impedindo a deusa de se manifestar com toda a sua força no Ningen-do.

Por Onde Andam os Destruidores

Seguindo seu objetivo de destruição generalizada e também buscando o pergaminho onde Kyoso no Oni estava selado, o próximo passo de Kali-Ma só poderia ser cair sobre o Império Esmeralda. Chosai lhe era aliado, e a Guerra do Fogo Negro foi fomentada devido a essa aliança, com o objetivo de começar a enfraquecer o Império. E a Guerra do Fogo Negro foi bastante custosa para Rokugan.

O Caranguejo foi o primeiro afetado pela nova guerra. Resistiriam aos ataques?

O Caranguejo foi o primeiro afetado pela nova guerra. Resistiriam aos ataques?

A sombra de Kali-Ma se extende pouco a pouco sobre os Grandes Clãs e sua presença já começa a ser sentida. Pragas atingem vários locais do Império Esmeralda, trazendo doença, fome e ondas de violência.

Mas, pior do que isso, é o exército massivo de onis e de criaturas sombrias que se aproxima da Muralha Kaiu. Eles não estão organizados para um ataque, mas estão fugindo de algo. Algo terrível demais até mesmo para eles. Em sua fuga, trazem destruição para o Caranguejo. Um prenúncio do que Kali-Ma reserva para o Império Esmeralda.

Na semana que vem, começo a falar dos acontecimentos da primeira parte da edição da Guerra dos Destruidores: O Caminho da Destruidora.

Para acompanhar, curta nossa página no face. Precisamos de sua ajuda 😉

Veja também o site da New Order, que trouxe L5A para o Brasil

E se quiser ler contos traduzidos de Rokugan, só clicar aqui

Veja também os outros posts da série!

(todas as imagens são do card game Legend of the Fiver rings do Alderac Entertainment Group)

por Renan Barcellos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s